AGENDA

SESSÃO SOLENE - ENTREGA DE COMENDAS: 25/10 - 18H

SESSÃO ORDINÁRIA : 31/10 - 17H

imprensa

11/08/2017

Presidente da Alesc concede entrevista à imprensa na Câmara de Vereadores

Destaque

Em coletiva de imprensa na Câmara de Vereadores de Brusque nesta quinta-feira, 10, o presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), deputado Silvio Dreveck (PP), falou sobre as medidas adotadas pelo parlamento estadual no primeiro semestre de 2017, com o objetivo de economizar recursos e devolvê-los ao Estado no fim do ano.

“Um cenário político conturbado trouxe efeitos financeiros e à economia do país, que chegaram aos estados e municípios. Nessa hora, a melhor decisão, principalmente para os legislativos, é economizar, para que o governo possa colocar mais dinheiro nas áreas essenciais, como a segurança pública, a saúde, a infraestrutura”, disse o parlamentar. “Na Alesc, cortamos gratificações, reduzimos o quadro de pessoal e revimos contratos de locação. Enfim, tudo resultará, nessa primeira etapa, numa economia de R$ 10 milhões”, acrescentou. “Esperamos que no segundo semestre possamos aumentar essa economia”.

Dreveck destacou ainda o esforço conjunto dos deputados para reduzir a pauta de projetos e vetos a serem deliberados pela assembleia. “Tínhamos 88 vetos, o que de alguma forma prejudicava o andamento dos trabalhos, e tomamos a decisão de deliberar no mínimo cinco deles a cada sessão plenária”, frisou. Em 60 dias, segundo o parlamentar, a meta foi alcançada. “O segundo passo foi votar projetos que estavam na casa, principalmente os do Executivo e aqueles em regime de urgência. Destes, ficou um para o segundo semestre, que trata do porto de São Francisco do Sul”.

Foram aprovados, por exemplo, projetos importantes relacionados à infraestrutura, autorizando o Governo do Estado fazer concessões e parcerias público-privadas para serviços destinados a rodovias, ferrovias, portos, aeroportos. “Aprovamos também um empréstimo de R$ 1,5 bilhão, dos quais R$ 700 milhões serão destinados aos municípios a fundo perdido, e outros R$ 800 milhões irão para obras em andamento, principalmente no sistema viário”, explicou.

Dreveck também comentou sobre a liberação de recursos aos municípios via emendas parlamentares, as quais precisam ser autorizadas pelo Executivo estadual. Na avaliação do deputado, a maior fonte disponível este ano, nesse caso, serão os R$ 700 milhões da segunda edição do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam), cujo órgão financiador é o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). “Por outro lado, o governo deve destinar alguns recursos para que os deputados possam acrescentar a esses projetos”, adiantou.

TV Legislativa em Brusque

Ele também abordou a parceria a ser firmada entre a Câmara Municipal de Brusque e a TV Assembleia: “Estamos tratando desse assunto há algum tempo, está evoluindo, e esperamos que a gente possa conclui-lo, com o presidente Jean Pirola, para implantar aqui esta alternativa de comunicação e informação através da TVAL”, disse.

Por fim, o legislador falou sobre os planos do Partido Progressista para as eleições 2018 em âmbito estadual e, em seguida, cumpriu agenda de compromissos na sede do Clube Esportivo Guarani.

Os prefeitos de Brusque, Jonas Paegle (PSB), Guabiruba, Matias Kohler (PP), e Nova Trento, Gian Francesco Voltolini (PP), acompanharam pessoalmente a coletiva do presidente da Alesc, assim como o presidente do legislativo brusquense, vereador Jean Pirola (PP).  

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também